Natureza - Serras / Paisagens | Cadaval Cativa

Saltar para conteúdo

Serra de Todo-o-Mundo

Formada por um contraforte constituído por rochas eruptivas, o complexo vulcânico da Serra de Todo-o-Mundo parece ter sido constituído por um derrame lávico., assemelhando-se a um meio-cone.

"A serra de Todo-o-Mundo é formada por um contraforte constituído, a partir dos 200 metros de altitude, por rochas eruptivas (doleritos), rochas essas que, na secção norte da serra, são exploradas para produção de brita. Este contraforte, no qual consiste o «complexo vulcânico da serra de Todo-o-Mundo», e que «parece constituído por um sill ou por um derrame lávico», descreve um semicírculo, forma melhor percetível para quem a observa do alto do Montejunto ou ao longo da estrada que liga o Cercal a Caldas da Rainha, parecendo essa forma peculiar estar «em relação possível com uma chaminé (vulcânica)». Este fenómeno não é, aliás, estranho à unidade morfoestrutural da orla ocidental, na qual, se bem que dominem, como vimos, as rochas sedimentares de tipo calcário, aparecem registos de fenómenos eruptivos dos quais se destaca o complexo vulcânico de Lisboa-Mafra, cuja origem se situa entre fim do Cretácico e início do Cenozóico.

A serra de Todo-o-Mundo, que as povoações das suas faldas dizem também ser «serra mal arrecadada», deve, tal como o Montejunto, pelas mesmas razões e devido à sua forma caraterística de meia-lua, desde cedo ter sido objeto de simbolismo mágico-religiosos. Nas suas proximidades, recolheu J. Leite de Vasconcelos três aspetos de bronze da primeira Idade do Ferro e aos quais se atribuem funções rituais relacionadas com o culto dos mortos ou com ritos de fecundidade associados à deusa Hera. Para além da devoção manifestada à sua padroeira, N.ª Senhora de Todo-o-Mundo, a serra apresenta-se ainda hoje como palco de várias lendas e de conceções espaciais dotadas de grande significado mágico. Efetivamente, não só os habitantes de Alguber, a freguesia que abrange a quase totalidade da serra no município do Cadaval, como também habitantes de outras localidades do concelho, referem com orgulho e com respeito que no alto da serra de Todo-o-Mundo se encontra um local onde convergem três freguesias (a de Alguber, a do Landal e a de Rio Maior), três concelhos (Cadaval, Caldas da Rainha e Rio Maior) e três distritos (Lisboa, Leiria e Santarém). E se bem que esse ponto não se localize no cimo da serra, mas um pouco mais para nordeste, nem por isso desmente, nem o simbolismo de uma tripartição marcadamente mágica, nem os atributos, também mágicos, de um local que se assume como «espaço aberto» por excelência e como fronteira de afirmação de identidades locais."

Fonte: Cadaval – contributos para o estudo da memória de um concelho, 1992: 21

 

A título de curiosidade, esta serra possui o Poço Romão, um poço natural, aberto na Rocha que, quando chove, lança um jato de água tipo Geyser, proveniente de águas subterrâneas com origem na Serra de Montejunto.

Contactos

Câmara Municipal do Cadaval
Avenida Dr. Francisco Sá Carneiro
2550-103 Cadaval
Tel.: (+351) 262 690 100 / Fax: (+351) 262 695 270
E-mail: geral@cm-cadaval.pt
Website: www.cm-cadaval.pt
Coordenadas GPS: 39°14'21.53"N 9° 6'5.28"W


Serviço de Turismo da Câmara Municipal de Cadaval
Telem.: (+351) 916 371 944/ 916 782 628
E-mail: turismo@cm-cadaval.pt